Condições internacionais
para suprimentos e serviços

Eu. Condições Gerais

  1. O escopo, qualidade e todos os termos e condições para o fornecimento de qualquer peça, equipamento, documentação, obras ou serviços (coletivamente referido como "Trabalhos" ou "o trabalho") será definido exclusivamente pelas disposições escritas destas condições (a seguir referidos como "Contrato"). Os termos e condições do Cliente, incluindo os termos e condições gerais, aplicam-se apenas quando expressamente aceito por escrito pelo fornecedor da Obra (a seguir referidos como "Fornecedor"). O Contrato será considerado concluído após o recebimento da confirmação por escrito do Fornecedor, declarando sua aceitação do pedido do Cliente com base exclusivamente em tais termos.
  2. O fornecedor pode fornecer entregas parciais de trabalho, a menos que a aceitação de Trabalho parcial não possa ser razoavelmente esperada do Cliente, levando em consideração os interesses do Fornecedor e do Cliente.
  3. A obrigação de entregar e / ou executar a Obra estará sujeita à condição de que as licenças de exportação necessárias sejam emitidas e que não existam outras restrições, decorrentes do alemão, Estados Unidos da América ou quaisquer outros regulamentos de controle de exportação aplicáveis, que devem ser observados.

II. Preços e condições de pagamento

  1. Os preços serão "à saída da fábrica Johnson Matthey Piezo Products GmbH, Redwitz" (Incoterms 2010) e excluirá a embalagem e qualquer imposto indireto, incluindo mas não limitado a: propriedade, licença, vendas, usar, impostos ou taxas de valor agregado ou similares aplicáveis ​​à transação ou ao trabalho relacionado. O Cliente concorda em pagar ou reembolsar o Fornecedor por tais impostos, qual fornecedor ou seus subcontratados ou subfornecedores são obrigados a pagar.
  2. Se o Fornecedor tiver realizado a montagem ou instalação, O Cliente arcará com todos os custos incidentais exigidos, incluindo, entre outros, despesas de viagem e diárias, além do preço acordado, salvo acordo em contrário por escrito.
  3. Não obstante a cláusula II, parágrafo 1, impostos, honorários, deveres, contribuições previdenciárias e outros encargos cobrados do fornecedor ou de seus funcionários (incluindo subcontratados do fornecedor e seu pessoal) em conexão com a execução do Contrato no país de destino da Obra, caso existam, serão suportados pelo Cliente.
  4. Os pagamentos devem ser feitos na conta bancária ou no escritório de pagamento notificado pelo Fornecedor, livre e sem, e sem dedução, incluindo, entre outros, deduções do imposto retido na fonte, a menos que o Cliente seja obrigado a fazer um pagamento sujeito a essa dedução. Nesse caso, a quantia pagável pelo Cliente pela qual essa dedução deve ser feita, será aumentada na medida necessária para garantir que, após a dedução necessária, O fornecedor recebe e retém (livre de qualquer responsabilidade em relação a essa dedução) uma soma líquida igual à quantia que teria recebido se essa dedução não tivesse sido feita. O Cliente entregará recibos de imposto retido na fonte pagos ao Fornecedor dentro de quatro semanas após o pagamento de uma fatura, que estava sujeito a retenção na fonte.
  5. Caso o Fornecedor não receba o pagamento do Cliente quando esse pagamento estiver vencido e pagável, o Fornecedor terá o direito de cobrar juros à taxa anual de 8 (oito) pontos percentuais acima da taxa básica de empréstimo do Banco Central Europeu.
  6. Apenas com relação a este Contrato, O Cliente pode compensar apenas as reivindicações indiscutíveis ou que foram finalmente determinadas de acordo com a Cláusula XVI.

III. Interesse de segurança

  1. O título da Obra permanecerá com o Fornecedor até que toda e qualquer reclamação contra o Cliente a que o Fornecedor tenha direito sob este relacionamento comercial seja devidamente cumprida. Caso o Fornecedor não retenha o título de uma Obra ou qualquer parte dela, devido a quaisquer razões, incluindo, entre outros, a lei aplicável, O Cliente concede ao Fornecedor um interesse de segurança na Obra vendida para garantir o pagamento do preço pelo Cliente, bem como o desempenho de todas as outras obrigações do Cliente decorrentes deste Contrato. O Cliente autoriza o Fornecedor a inserir ou notificar a retenção do título ou, conforme o caso, o interesse de segurança com registros públicos, livros ou registros semelhantes, tudo de acordo com as leis relevantes, e deve cumprir todas as formalidades exigidas, às custas e despesas do Cliente.
  2. Pela duração da retenção do título ou, conforme o caso, a existência de um interesse de segurança na Obra ou em qualquer parte dela, O Cliente será proibido de dar o Trabalho em penhor ou como garantia, e revenda serão permitidas apenas no curso normal dos negócios e sujeitas à condição de que o Cliente receba pagamento de seu cliente ou mantenha a titularidade ou, conforme o caso, juros de segurança enquanto todas as reivindicações de pagamento do Cliente contra seus clientes ou clientes não tiverem sido atendidas.
  3. Em caso de posse através de direito legal ou processo da Obra ou atos ou intervenções similares de terceiros, que podem resultar na perda do título ou no interesse de segurança da Obra pelo Fornecedor, O Cliente deve informar imediatamente o Fornecedor por escrito.

IV. Hora de entrega e atraso

  1. O desempenho do prazo estipulado para entrega está sujeito ao recebimento oportuno pelo Fornecedor de toda a documentação necessária, autorizações e liberações necessárias, especialmente dos planos a serem fornecidos pelo Cliente, bem como o cumprimento das condições de pagamento acordadas e todas as outras obrigações do Cliente aqui declaradas. Na medida em que as referidas condições não sejam cumpridas no prazo, o prazo de entrega será prorrogado em conformidade.
  2. Se o não cumprimento de qualquer obrigação do Fornecedor for devido a "Força maior", definido como impedimentos ou outras circunstâncias além do controle razoável do Fornecedor, então, o desempenho do Fornecedor é dispensado e o tempo para entrega e / ou conclusão é estendido pela duração do evento de Força Maior e suas consequências. Eventos de força maior incluem, mas não se limitam a: desastres naturais ou eventos catastróficos, como epidemias, acidentes nucleares, fogo, inundar, tufões ou terremotos; atos ou omissões de autoridades governamentais civis ou militares, como restrições de moeda estrangeira, revogação ou suspensão de licenças de exportação ou importação, ordens prioritárias governamentais, alocações ou restrições ao uso de materiais ou mão de obra; guerra (declarado pelo governo ou de outra forma), tumultos, sabotagem ou revoluções; atos terroristas, greves ou bloqueios.
  3. Em caso de atraso na entrega ou conclusão causada culposamente pelo Fornecedor, O Cliente terá o direito de reivindicar um montante fixo no valor de 0,5 % do respectivo valor de entrega / serviço para cada semana inteira, até um máximo de 5 % do respectivo valor contratual de entrega / serviço calculado em relação à parte atrasada das obras, fornecido no entanto, que o Cliente possa provar que sofreu perdas causadas pelo atraso em tudo.
  4. Sujeito a arte. XV Nr.2 e as exceções explícitas estabelecidas no Art.. XII Nr.4, pagamento desses montantes fixos nos termos do art.. IV Nr.3 constituirá o único e exclusivo recurso do cliente por atraso e, sob nenhuma circunstância, a responsabilidade agregada total do fornecedor excederá o menor valor 5% (cinco por cento) do valor respectivo da parte atrasada do trabalho ou € 100.000.
  5. Se o envio ou entrega atrasar a pedido do Cliente por mais de um mês após a notificação de prontidão para envio pelo Fornecedor, O Fornecedor pode cobrar os custos de armazenamento do Cliente por cada mês iniciado a partir de 0.5 % do preço da respectiva Obra. No caso de o Cliente suspender a prestação do Trabalho, O Cliente reembolsará ao Fornecedor todos os custos e despesas adicionais incorridos devido a tal suspensão.

V. Transferência de risco

  1. No caso de as Obras entregues pelo Fornecedor serem erguidas pelo Cliente ou subcontratados do Cliente, e independentemente de essa montagem ser supervisionada pelo Fornecedor ou se o Fornecedor aconselhar sobre a montagem do Trabalho, e / ou se os testes de comissionamento ou desempenho são realizados pelo Fornecedor ou com a assistência do Fornecedor, o risco de perda acidental e dano às Obras será transferido de acordo com a lei aplicável e as mais recentes após a entrega da Obra ou qualquer parte dela de acordo com a Cláusula VII ou sua aceitação de acordo com a Cláusula VIII.
  2. Se a execução da Obra, incluindo mas não se limitando à expedição,, a entrega, o início ou conclusão da montagem ou montagem, o comissionamento, a execução de teste ou a aquisição pelo Cliente está atrasada por motivos de responsabilidade do Cliente, ou se o Cliente falhar por outros motivos para aceitar a entrega, o risco de perda ou dano acidental da Obra será transferido para o Cliente na data em que ela teria passado, mas para tais eventos ou falha do Cliente.

NÓS. Montagem e montagem

Salvo acordo em contrário por escrito, montagem / montagem estará sujeita às seguintes disposições:

  1. O Cliente deverá fornecer às suas próprias custas e em tempo útil:
    1. todo o trabalho de terra e construção e outros trabalhos auxiliares fora do escopo da
      o fornecedor, incluindo a mão de obra qualificada e não qualificada necessária, construção
      materiais e ferramentas,
    2. o equipamento e os materiais necessários para a montagem e comissionamento, como andaimes, equipamentos de elevação e outros dispositivos, bem como combustíveis e lubrificantes,
    3. energia e água no ponto de uso, incluindo conexões, aquecimento e iluminação,
    4. salas secas e trancadas adequadas, de tamanho suficiente, adjacentes ao local para o armazenamento de peças de máquinas, aparelho, materiais, Ferramentas, etc. e salas de trabalho e recreação adequadas para o pessoal da montagem, incluindo instalações sanitárias apropriadas nas circunstâncias específicas. além disso, o Cliente tomará todas as medidas necessárias para proteger seus próprios bens para proteger os bens do Fornecedor e do pessoal de montagem no local,
    5. roupas e dispositivos de proteção necessários devido a condições específicas prevalecentes no local específico.
  2. Antes do início do trabalho de montagem, o Cliente disponibilizará por sua própria vontade todas as informações necessárias sobre a localização da energia elétrica oculta, linhas de gás e água ou de instalações similares, bem como os dados estruturais necessários.
  3. Antes da montagem ou montagem, os materiais e equipamentos necessários para o início do trabalho devem estar disponíveis no local da montagem / montagem e qualquer trabalho preparatório deve ter avançado a tal ponto que a montagem / montagem possa ser iniciada conforme acordado e realizado sem interrupção. As estradas de acesso e o próprio local de montagem / montagem devem estar nivelados e claros.
  4. Se a montagem, a montagem ou comissionamento está atrasada devido a circunstâncias pelas quais o Fornecedor não é responsável, o Cliente arcará com os custos razoáveis ​​incorridos em períodos de inatividade e qualquer viagem adicional do Fornecedor ou do pessoal de montagem.
  5. O Cliente atestará as horas trabalhadas pelo pessoal da montagem em relação ao Fornecedor em intervalos semanais e o Cliente confirmará imediatamente por escrito se a montagem, montagem ou comissionamento foi concluída.
  6. E se, após a conclusão, o fornecedor exige aceitação dos suprimentos, o Cliente deve cumpri-lo dentro de um período de duas semanas. No seu padrão, Considera-se que a aceitação ocorreu. Também se considera que a aceitação foi efetuada se os suprimentos forem utilizados, após a conclusão de uma fase de teste acordada, caso existam.

VII. Recebendo entrega de hardware

  1. Não obstante as Cláusulas VIII e IX, O Cliente será obrigado a aceitar a entrega, a menos que a Obra esteja visível e substancialmente defeituosa, eo Cliente fornece um aviso por escrito específico ao Fornecedor dentro de três (3) dias da entrega de tal obra.
  2. Após a entrega ou recebimento dos documentos de remessa, O Cliente deve verificar a Obra e notificar a última transportadora com uma cópia ao Fornecedor de qualquer dano causado à Obra pelo transporte ou objeções em relação ao encaminhamento ou transporte.

VIII. Aceitação

  1. Sem prejuízo da cláusula VII, parágrafo 1, O Cliente deve aceitar Trabalhos, incluindo engenharia, ereção, montagem, comissionamento e teste separadamente após a respectiva conclusão.
  2. Sem prejuízo das cláusulas VIII parágrafos 1 E 2 e IX, aceitação do Trabalho que inclui serviços, incluindo, entre outros, serviços de interrupção programada ou serviços de manutenção, independentemente de esses serviços compreenderem ou não a instalação ou o fornecimento de hardware ou software, será considerado prestado após a execução dos respectivos serviços.
  3. Se um teste de aceitação foi acordado, deve ser realizado imediatamente após a notificação de prontidão para aceitação. E se, após a conclusão, O fornecedor solicita a aceitação da Obra ou parte dela, O cliente deve fornecer tal aceitação por escrito dentro de duas semanas da solicitação do fornecedor. Falha no recebimento do Fornecedor e no prazo indicado, o Trabalho será considerado aceito. O mesmo se aplica se o Cliente recusar a aceitação, mas não declara as razões por escrito dentro de duas semanas após o recebimento da solicitação do fornecedor. Os motivos a serem declarados pelo Cliente devem incluir, pelo menos, o que o Cliente de Trabalho considera como não concluído ou substancialmente defeituoso e por que o Cliente tem essa opinião. Além disso, a aceitação considerada ocorrerá se a Obra ou qualquer parte dela for utilizada pelo Cliente.
  4. O Cliente não terá o direito de recusar a aceitação em caso de) defeitos que apenas prejudicam de forma insignificante o uso do respectivo Trabalho, b) desvios menores do Trabalho da especificação do Trabalho, c) instalação ou montagem defeituosa não realizada pelo Fornecedor, ou d) fundações inadequadas ou influências externas específicas que não sejam assumidas explicitamente como tendo impacto no Trabalho.
  5. Desde que um defeito do Trabalho seja capaz de ser reparado e o Fornecedor não tenha se recusado definitivamente a empreender os esforços corretivos necessários, O Cliente não terá o direito de recusar definitivamente a aceitação do Trabalho.
  6. Se o Trabalho ou qualquer parte dele estiver pronto para entrega ou desempenho e não puder ser entregue ou executado devido a razões além do controle do Fornecedor, a aceitação será considerada como tendo ocorrido mediante notificação do Fornecedor ao Cliente sobre a prontidão para entrega ou desempenho.
  7. Nos testes de desempenho do evento, testes funcionais, e / ou ensaios devem ser realizados pelo Fornecedor depois que o Trabalho for aceito, de acordo com as Cláusulas VII e / ou VIII parágrafos 3 E 6, qualquer aceitação já concedida às Obras não será afetada por qualquer falha na aprovação dos referidos testes.
  8. Todos os custos e despesas das atividades do Cliente ou de terceiros com relação às inspeções, testes, aprovações, procedimentos de aceitação e similares devem ser suportados pelo Cliente.

IX. Vícios de responsabilidade

O Fornecedor será responsável perante o Cliente por defeitos, incluindo qualquer não conformidade com garantias expressas ou o não cumprimento das garantias, como segue:

  1. O fornecedor deve, a seu critério, reparar qualquer defeito ou reperfigurar ou substituir qualquer Obra ou parte dele com defeito, desde que o defeito se deva a circunstâncias que existiam antes da transferência do risco.
  2. A garantia do fornecedor não se aplica a defeitos de) que não dão ao Cliente o direito de recusar a aceitação nos termos da cláusula VIII, parágrafo 5, b) defeitos nas peças descartáveis ​​e / ou consumíveis substituídos regularmente devido ao desgaste normal resultante da transferência de risco, c) não conformidades causadas por manuseio defeituoso ou negligente, tensão excessiva, ou outro abuso por parte do Cliente ou de terceiros, d) não conformidade com as instruções contidas nos manuais de operação e manutenção do fabricante do equipamento original, ou e) erros de software não reproduzíveis.
  3. Na medida em que o Fornecedor tenha incorrido em custos ou despesas, O Fornecedor terá direito a compensação no caso de o defeito notificado pelo Cliente ao Fornecedor ser subsequentemente determinado a (uma) não existe ou (b) se o fornecedor não for responsável pelo defeito notificado.
  4. O fornecedor deve ter tempo e oportunidade adequados para corrigir o defeito. Para esse fim, O Cliente concederá acesso de trabalho ao Fornecedor à Obra não conforme, incluindo desmontagem e remontagem, sem custo para o fornecedor.
  5. Exceto pelas garantias expressas declaradas no Contrato, O fornecedor se isenta de qualquer outra garantia expressa ou implícita, incluindo, sem limitação, garantias implícitas de comercialização e adequação a uma finalidade específica, ou então.
  6. O fornecedor não será responsável por) se o Cliente ou um terceiro realizar modificações ou reparos no Serviço, b) se o Cliente não notificar o Fornecedor durante o período de responsabilidade por defeito, por escrito, de um defeito sem demora indevida após a descoberta do Cliente ou após o Cliente ter descoberto o respectivo defeito se o Cliente tiver exercido o devido cuidado, c) se o Cliente não tiver tomado imediatamente todas as medidas necessárias para mitigar um dano causado por um defeito, ou d) se o Cliente impedir que o Fornecedor corrija um defeito.
  7. O período de responsabilidade por defeitos, incluindo, entre outros, o período de responsabilidade por defeitos para reparos ou substituição da Obra sob garantia deve ser 12 meses a partir do início de: uma) a data em que a transferência de risco para o Cliente ocorreu, ou b) conclusão da respectiva Obra, no caso de os Trabalhos serem realizados, montados ou montados pelo Fornecedor sob este Contrato fora da própria oficina ou fábrica do Fornecedor ou de seus subcontratados.
  8. A responsabilidade do Fornecedor em relação a quaisquer danos causados ​​por suprimentos ou serviços defeituosos ou trabalho corretivo relacionado será limitada a 30% do valor respectivo das entregas em causa. A restrição de responsabilidade acima mencionada estará sujeita às exceções estabelecidas no Art.. XII. Não.. 4.
  9. Exceto conforme expressamente previsto nesta Cláusula IX e sujeito às exceções estabelecidas no Art.. XII. Não.. 4, quaisquer outros defeitos, soluções de responsabilidade ou reclamações do Cliente, incluindo qualquer direito de rescindir ou rescindir o Contrato ou obter restituição devido a um erro / erro material referente à Obra, será excluído. Em particular, O Cliente não terá o direito de contestar o Contrato por erro material, incluindo qualquer contestação do Contrato por um erro relacionado a defeitos do Trabalho. A cláusula XII permanecerá inalterada.

X. Propriedade intelectual

  1. Para estimativas de custo, desenhos e todos os outros documentos (a seguir referidos como "Documentos"), O fornecedor reserva todos os direitos, título e interesse em todos os direitos de propriedade intelectual, incluindo, entre outros, patentes ou direitos autorais (a seguir em geral referido como "Direito de propriedade intelectual").
  2. No caso de terceiros, devido a uma violação de um direito de propriedade intelectual pela Obra, reivindica reivindicações legítimas contra o Cliente, A responsabilidade do Fornecedor para com o Cliente será a seguinte:
    uma) O fornecedor deve, por sua própria opção e despesa, ou: (Eu) obter o direito de usar o Trabalho, (ii) modificar a Obra para não violar os Direitos de Propriedade Intelectual, ou (iii) substituir o trabalho relevante. Se nenhuma das opções acima for razoavelmente determinada pelo Fornecedor como possível de realizar, O Fornecedor recuperará a Obra relevante e reembolsará o preço recebido por essa Obra.
    b) Obrigações do fornecedor na cláusula X parágrafo 2 uma) estão sujeitos às seguintes condições: (Eu) O Cliente notificou imediatamente o Fornecedor, por escrito, das reivindicações reivindicadas por terceiros e forneceu ao Fornecedor uma cópia de cada comunicação, aviso ou outra ação relacionada à suposta violação, (ii) O Cliente não reconheceu uma infração e forneceu ao Fornecedor autoridade, informações e assistência necessárias para defender ou resolver uma reclamação que o Fornecedor determine, E (iii) O fornecedor recebe o controle exclusivo da defesa (incluindo o direito de selecionar advogados), e o único direito de comprometer e resolver tais reivindicações. Se o Cliente parar de usar o Trabalho ou qualquer parte relevante para reduzir o dano ou por outros motivos importantes, deve ser obrigado a deixar claro (por escrito) ao terceiro que o uso suspenso não significa reconhecimento de uma violação dos direitos de propriedade intelectual.
  3. As reclamações do Cliente serão excluídas se o Cliente (incluindo seus agentes, funcionários ou contratados) é responsável por uma violação dos direitos de propriedade intelectual.
  4. As reclamações do Cliente também serão excluídas se a violação dos Direitos de Propriedade Intelectual tiver sido causada por demandas específicas do Cliente., pelo uso da Obra não previsível pelo Fornecedor ou pela Obra (ou qualquer parte dele) alterada pelo Cliente ou usada com produtos não fornecidos pelo Fornecedor.
  5. Esta Cláusula X estabelece a responsabilidade total do Fornecedor pela violação dos Direitos de Propriedade Intelectual de terceiros. Quaisquer direitos e soluções adicionais do Cliente (incluindo o direito do cliente de reclamar danos) será excluído.
  6. O Cliente pode usar qualquer Documento ou outra informação que contenha Direitos de Propriedade Intelectual e que tenha sido fornecida pelo Fornecedor apenas para fins de operação e manutenção da Obra.. O Cliente não divulgará esses Documentos ou informações a terceiros e não os usará para outros fins, incluindo, entre outros, a reprodução da Obra (ou qualquer parte dele) ou a engenharia, incluindo, entre outros, engenharia reversa e / ou fabricação de qualquer componente, equipamento ou peças. A obrigação do cliente deve sobreviver ao término ou rescisão deste contrato.

XI. Impossibilidade de desempenho

  1. Caso seja impossível ao Fornecedor realizar a Obra por razões pelas quais ele é responsável, O Cliente terá o direito de rescindir o contrato em relação à parte do Trabalho, qual, devido a tal impossibilidade, não pode ser colocado no uso pretendido. A responsabilidade do Fornecedor de pagar danos deve, nesse caso, ser limitada ao valor de 10% do valor contratual da parte do trabalho que não pode ser realizada. Pedidos de quantias fixas em relação a essa parcela das obras, nos termos do art.. IV. 3 será totalmente deduzido de qualquer reivindicação de danos.
  2. Sem prejuízo do disposto na cláusula IV, em caso de alterações da lei aplicável ou outras leis relevantes ou alterações dos padrões de engenharia que tenham um impacto substancial no conteúdo da Obra ou seu desempenho ou afetem consideravelmente os negócios do Fornecedor ou em caso de Força Maior, conforme definido na Cláusula IV parágrafo 1, o contrato deve ser equitativamente adaptado, a fim de atender às mudanças nas circunstâncias, incluindo, entre outros, um aumento do preço total acordado para a prestação da Obra sob este Contrato na data deste Contrato (a seguir referidos como "Preço do contrato"). Onde, na opinião razoável do Fornecedor, isso não é economicamente razoável, O Fornecedor terá o direito de rescindir o Contrato. Não obstante qualquer outra disposição deste Contrato, O Fornecedor terá o direito de rescindir o Contrato quando um evento de Força Maior continuar por mais de 180 dias. Qualquer rescisão desse tipo não será de responsabilidade do Fornecedor.
  3. Se o Fornecedor exercer o direito de rescisão estabelecido na Cláusula X. Não.. 2, O Fornecedor notificará o Cliente por escrito, sem demora injustificada, depois de tomar conhecimento da importância do evento. Este requisito de notificação é aplicável mesmo quando, inicialmente, tenha sido acordado um prolongamento do prazo de entrega entre as Partes..

XII. Limitação de responsabilidade

Sem prejuízo de outras disposições deste Contrato, as seguintes disposições governarão exclusivamente a responsabilidade do Fornecedor, independentemente da teoria jurídica em que se baseia, incluindo, entre outros, a responsabilidade no Contrato, em delito (incluindo conduta dolosa, negligência ou responsabilidade estrita), sob garantia ou de outra forma:

  1. O Fornecedor em nenhuma circunstância será responsável por: uma) indireto, consequente, incidental, danos punitivos ou especiais; b) perda de produção, perda de lucro ou receita, pagamento de juros e outras despesas de financiamento, perda de informações e dados, perda de uso do sistema de energia do equipamento, custo de compra ou substituição de energia; c) sujeito ao parágrafo VIII da cláusula 8, perda ou dano à propriedade ou d) para reclamações do Cliente por danos de compradores ou clientes do Cliente.
  2. Sob nenhuma circunstância a responsabilidade total agregada do Fornecedor para com o Cliente excederá o Preço do Contrato ou o valor de € 1 milhão, o que for mais baixo.
  3. Se o Trabalho for executado ou entregue em qualquer local de propriedade ou operado por terceiros, e no caso de terceiros ou proprietários adjacentes a esse local reivindicarem danos ao Fornecedor por danos causados ​​à sua planta ou propriedade, O Cliente indenizará e isentará o Fornecedor contra e de qualquer responsabilidade para com esse terceiro além da limitação de responsabilidade do Fornecedor sob esta Cláusula XII.
  4. As limitações de responsabilidade estabelecidas na Cláusula XI 1, 2 E 3 acima não aplicará uma) em casos de conduta dolosa e negligência grosseira da diretoria do fornecedor, mas eles se aplicam no caso de má conduta dolosa e negligência grave de qualquer outra parte agindo para o Fornecedor, incluindo, sem limitação, subcontratados do Fornecedor, fornecedores, agentes e funcionários; ou b) se a responsabilidade é obrigatória.
  5. Os pedidos de indemnização estão sujeitos a um prazo de prescrição de um ano a partir da data em que o crédito foi acumulado.
  6. Toda e qualquer responsabilidade do Fornecedor nos termos deste Contrato cessará com o vencimento do período de responsabilidade por defeitos especificado na Cláusula IX.
  7. Essas limitações de responsabilidade também se aplicam em benefício dos subcontratados do Fornecedor, fornecedores, agentes, conselheiros, diretores e funcionários.

XIII. Transferir

  1. Antes da transferência para terceiros da Obra ou de qualquer parte da Obra, O Cliente deve obter garantias por escrito de sua parte contratante ou, conforme o caso, cessionário em relação à limitação e proteção contra responsabilidade em favor do Fornecedor, pelo menos equivalente à limitação concedida ao Fornecedor na Cláusula XII sob este Contrato. O Cliente indenizará e isentará o Fornecedor de quaisquer responsabilidades incorridas pelo Fornecedor além daquelas que seriam incorridas se o Cliente tivesse cumprido sua obrigação decorrente deste parágrafo.
  2. O Fornecedor pode rescindir este Contrato no caso de, após a conclusão deste Contrato, o Cliente, a qualquer momento, ficar sob o controle ou direção direta ou indireta de qualquer outra pessoa ou entidade que não a que exerceu esse controle no momento da conclusão deste Contrato. Contrato.

XIV. Confidencialidade

  1. Cliente que recebeu documentos, saber como, dados ou informações (a seguir "Em formação") concorda em não reproduzir ou divulgar essas informações a terceiros, sem o consentimento prévio por escrito do Fornecedor, e não usar as informações para qualquer finalidade não autorizada pelo fornecedor. O Cliente também concorda em instruir adequadamente seus funcionários que tenham acesso a tais Informações sobre as obrigações de confidencialidade do Cliente e a restringir devidamente o acesso de tais Informações a funcionários que tenham necessidade de conhecê-las em seu âmbito de trabalho. O cliente concorda em proteger cuidadosamente as informações do fornecedor, e pelo menos com o mesmo grau de cuidado usado na proteção de informações semelhantes. Caso o Fornecedor tenha consentido com a divulgação de Informações a terceiros pelo Cliente, O Cliente deve garantir que esse terceiro compromete-se a ficar vinculado às obrigações de confidencialidade impostas ao Cliente por este Contrato e deve indenizar e isentar o Fornecedor inofensivo de qualquer dano incorrido pela violação dessa obrigação de confidencialidade pelo terceiro.
  2. Esta obrigação de confidencialidade não se aplica às informações que: uma) é ou se torna parte do domínio público sem culpa do Cliente; b) é divulgado ao Cliente de boa fé por terceiros que tenham o direito de fazer essa divulgação; ou c) conforme evidenciado pelos registros escritos do Cliente, é ou se torna desenvolvido de forma independente pelo Cliente sem depender das Informações ou é ou foi conhecido pelo Cliente antes de sua divulgação pelo Fornecedor; ou d) deve ser divulgado por lei, exceto na medida em que seja elegível para tratamento especial sob uma ordem de proteção adequada e sujeito à obrigação do Cliente de notificar o Fornecedor da necessidade em tempo hábil.
  3. A obrigação de confidencialidade do Cliente deve sobreviver ao término ou rescisão deste Contrato.

XV. Terminação / suspensão

  1. Uma parte terá o direito de rescindir este contrato mediante notificação por escrito,
    uma) se algum processo for instaurado contra a outra parte que pretenda adjudicar a parte como falida ou insolvente, ou se a outra parte fizer uma cessão geral para o benefício de seus credores, ou se um destinatário for nomeado devido à insolvência da outra parte, E, no caso de qualquer processo instaurado contra a outra parte (mas não pela outra parte), se esse processo não for indeferido no prazo de quarenta e cinco (45) dias de tal pedido, ou
    b) se a outra parte for insolvente ou ela própria apresentar uma petição buscando tirar proveito de qualquer lei relativa à falência, insolvência, dissolução ou composição ou reajuste de dívidas.
  2. Sem prejuízo do art.. XV. Não.. 1 e arte. XI. Não.. 1, O cliente só poderá rescindir o contrato se o Comprador - após ter direito ao montante máximo de montantes fixos nos termos do art.. XV Nr. 3,4 - exigiu a entrega / conclusão dos serviços dentro de um período final razoável e o período final não resultou na entrega / conclusão dos respectivos serviços.
  3. Caso ocorra uma das seguintes situações, o Fornecedor poderá, a seu critério, suspender o fornecimento de suas obrigações nos termos deste Contrato:
    uma) O Cliente falha ao efetuar o pagamento de qualquer quantia 30 dias após o vencimento e o pagamento, ou
    b) O Cliente falha em cumprir as obrigações necessárias para o Fornecedor entregar ou concluir a Obra, ou
    c) A entrega e / ou conclusão da Obra é impedida pela exportação ou por outras restrições legais por mais de 6 meses; ou
    d) O Cliente é insolvente ou qualquer processo conforme referido na Cláusula XV, parágrafo 1 é instituído contra o Cliente.
  4. Caso o Fornecedor suspenda o fornecimento de suas obrigações, o Cliente pagará ao Fornecedor todos os custos adicionais incorridos devido a essa suspensão. O Fornecedor terá o direito de retomar a Obra e o Cliente será obrigado a devolver a Obra. A retomada, a afirmação da retenção do título ou de um interesse em segurança ou a posse por meio de direito ou processo legal da Obra pelo Fornecedor não significará rescisão do Contrato e restituição, a menos que expressamente declarado pelo Fornecedor.

XVI. Solução de controvérsias / lei aplicável

  1. Sem limitar o direito de uma parte de rescindir este Contrato, qualquer uma das partes poderá notificar previamente a outra parte sobre qualquer disputa decorrente ou relacionada a este Contrato e não resolvida no curso normal dos negócios.. As partes tentarão, de boa fé, resolver prontamente tal disputa: uma) por negociações entre executivos que têm autoridade para resolver a disputa, ou b) de acordo com as regras do ICC ADR da Câmara de Comércio Internacional ("ICC"). Se o assunto não for resolvido dentro de trinta (30) dias da notificação, então qualquer das partes terá o direito de submeter a disputa à arbitragem, conforme estabelecido abaixo.
  2. Todas as controvérsias decorrentes ou relacionadas ao Contrato serão finalmente resolvidas sob as Regras de Arbitragem da Câmara de Comércio Internacional por três árbitros nomeados de acordo com as referidas regras.. O idioma a ser usado na arbitragem deve ser o inglês. A sede da arbitragem será Zurique, Suíça. A lei processual deste local será aplicada quando o Regulamento não for respeitado..
  3. Este contrato, ou seu assunto, estará sujeito às leis substantivas da Suíça. A aplicação da Convenção das Nações Unidas sobre Contratos para a Venda Internacional de Mercadorias (CISG) será excluído.

XVII. Disposições diversas

  1. Erros, lacunas e contradições não intencionais no Contrato devem ser tratadas e interpretadas de acordo com o espírito deste Contrato, com base na confiança mútua e nos interesses mútuos de ambas as partes..
  2. No caso de qualquer inconsistência entre a versão em inglês deste Contrato e qualquer versão ou tradução assinada em outro idioma, a versão em inglês deve controlar.
  3. O Cliente e o Fornecedor deverão, às suas próprias custas em seus respectivos países, tomar as medidas necessárias para satisfazer quaisquer leis ou requisitos com relação à declaração, apresentação, registrar ou tornar este Contrato válido.

Versão dezembro, 2014